quarta-feira, dezembro 23, 2015

Les Paul Standard Lucy: uma guitarra dois icones

Salve amigos da seis cordas! Amante declarado das Gibson Les Paul escolhi uma com uma história incrível para fazer desta a última postagem de 2015 antes das férias.Uma homenagem a minha primeira guitarra que não tinha a grife da Gibson, mas era vermelha e tão linda como essa. A GIBSON HARRISON-CLAPTON 1957 Les Paul Standard Lucy .
Algumas guitarras são raras porque são vintage; outras são especiais pela colaboração com músicos, criando os modelos signatures e algumas são altamente raras e especiais pelos 2 motivos. A Gibson juntou duas lendas de todos os tempos, Eric Clapton e George Harrison, em um instrumento único, raro e extremamente limitado, a Gibson Harrison-Clapton 1957 Les Paul Standard "Lucy". Apenas 100 modelos foram produzidos no mundo.
O mundo da música conhece esta guitarra como a guitarra que George Harrison utilizou em várias gravações dos Beatles no último ano da banda, mas a guitarra - originalmente uma 1957 Goldtop com Bigsby, de número de série 7-8789 - passou pelas mãos de três grandes estrelas antes de chegar a Harrison, em 1968. Um historiador de guitarras chegou a conclusão que a "Lucy" passou por John Sebastian, que tocou na banda Lovin Spoonfull. Logo depois foi para Rick Derringer, por volta de 1966, que a pintou da cor vermelha e retirou o Bigsby. O problema foi que a guitarra não parecia mais a mesma para Derringer depois das mudanças, então ele a passou pra frente e por último......Eric Clapton a comprou numa loja em Nova Iorque. 
Ela foi reconstruída pela Gibson Custom em todos os seus detalhes, pois a original foi examinada por inteira. Dentre os detalhes o tampo reto em maple com uma linha central, que pode ser vista através da pintura Cherry transparent, corpo em mogno com peso reduzido, captadores CustomBuckers Alnico III. 
Enfim, uma guitarra extremamente única e especial que só os verdadeiros fãs saberão o valor real desta obra de arte.


por:vermelho

Um comentário: