segunda-feira, janeiro 26, 2015

Appetite For Destruction - Guns N' Roses (1987)

Appetite For Destruction é o álbum de estréia do Guns N’ Roses, banda americana, formada em Los Angeles/Califórnia em 1985. O álbum foi lançado em 21 de julho de 1987 pela gravadora Geffen Records. Na segunda metade dos anos 80, o cenário da música, mais especificamente do rock americano, era do estilo glam rock e metal farofa, muito mais para butique do que para atitude. Havia também bandas de new wave que começaram os anos 80 com muita força, muitas banda pop, e várias destas bandas mais preocupadas com o aspecto comercial, e havia um grande espaço vazio a ser preenchido, carente de uma verdadeira banda de Rock And Roll. Segundo Slash (guitarrista do Guns N’ Roses) numa entrevista para a revista Graphic Book, após 15 anos do lançamento do álbum: “Em toda Los Angeles, éramos os únicos cinco caras capazes de integrar aquela banda. Especialmente naquela época, meados dos anos 80. Aquela década foi, provavelmente, a pior de todas para a música. Havia um clima semelhante ao que existe hoje com o pop descartável de um lado e as bandas de metal mais contundentes do outro.” Esse relato demonstra como o Guns percebia o cenário musical da época. Antes de assinar com a Geffen Records, a banda morava, ensaiava e compunha num espaço bem pequeno, cheio de baratas e outras pragas, na esquina da Sunset com a Gardner Street em Los Angeles. Enfrentaram a pobreza e sérias dificuldades financeiras. Nessa ocasião a banda convivia com todo tipo de gente: amigos, seguidores da banda, prostitutas, malucos de plantão, viciados, strippers, traficantes, enfim, várias tribos. Os caras do Guns foram super determinados até chegarem à gravação do seu primeiro álbum. Batalharam muito por seus ideais e devoção a música. De acordo com as palavras de Steven Adler (baterista do Guns até meados de 1990, e dispensado do Guns devido ao vicio em heroína), descreve bem o espírito da banda: “Eu, Axl e Slash, a gente sabia o que queria desde os 11 anos", explica Steven Adler. "E agarramos aquilo com unhas e dentes. Não existia ninguém nem nada que pudesse ficar no nosso caminho. Eu queria ser o porra do Roger Taylor, do Queen. A gente queria ser igual ao Aerosmith, ao Kiss, ao Led Zeppelin - bandas assim." E segundo a biografia de Slash “Parece exagerado, mas não significa que não aconteceu”, a fase mais criativa do Guns, foi essa época que antecedeu a gravação de Appetite For Destruction. Uma fase com porres homéricos, drogas pesadas, sexo, prisões e muitas confusões. Tocavam no cenário underground, em lugares imundos e minúsculos, barra pesada, e onde passavam geralmente causavam tumultos. Os integrantes do Guns literalmente vieram das ruas de Los Angeles até se tornarem RockStars. O álbum retrata com fidelidade o estilo de vida da banda, e as inúmeras dificuldades até conseguirem gravar seu primeiro álbum. Essa agressividade, todas estas transgressões, rebeldia, selvageria, libertinagem, são ingredientes encontrados no álbum. Uma sonoridade direta, rápida, crua, típica do punk; com a pegada hard rock, cheio de riffs pesados e melodias marcantes. Somente para ilustrar, esse álbum conta atualmente com 40 milhões de cópias vendidas no mundo todo, e 23 milhões apenas no EUA. O Guns N’ Roses através do Appetite For Destruction veio preencher essa grande lacuna que havia na segunda metade dos anos 80. O Guns assumiu o posto de grande banda mundial (reinou durante o período entre 1988 e 1993), resgatando a atitude, originalidade, autenticidade e principalmente competência para fazer um som de muita qualidade! Valores estes que andavam sumidos, e eram encontrados facilmente no Black Sabbath, Deep Purple, Aerosmith, Led Zeppelin, Rolling Stones, e outras grandes bandas dos anos 70. Appetite For Destruction lançou faixas que se tornaram sucessos de imediato, casos de: “Welcome To The Jungle” (letra que retrata a vida difícil e dos perigos que se apresentam em uma grande cidade, é um hard rock rápido, agressivo e de muita qualidade, “Sweet Child O’ Mine” (nasceu através de um exercício de guitarra praticado por Slash , se tornou um hino do Guns, é uma das músicas mais tocadas nas rádios do planeta), “Paradise City” ( é a faixa contagiante, festeira, arrasa quarteirão, e geralmente encerra os shows do Guns, é uma música capaz de sacudir um estádio lotado). Na minha modesta opinião, esse álbum é um dos grandes clássicos do rock. Um grande álbum, de uma autêntica banda de rock and roll.
Formação do Guns ‘ N Roses em “Appetite For Destruction”:
W. Axl Rose: Vocalista
Slash: Guitarrista
Izzy Stradlin: Guitarrista
Duff Mackagan: Baixista
Steven Adler: Baterista

Capa do álbum alternativa, pois a capa original(foto no topo da página) foi proibida nos EUA e outros países, por ser considerada obscena e depreciativa.

Faixas do álbum:
1) Welcome To The Jungle 4’:31”
2) It’s So Easy 3’:24”
3) Nightrain 4’:26”
4) Out Ta Get Me 4’:24”
5) Mr. Brownstone 3’:49”
6) Paradise City 6’:46”
7) My Michelle 3’:40”
8) Think About You 3’:52”
9) Sweet Child O’ Mine 5’:56”
10) You’re Crazy 3’:17”
11) Anything Goes 3’:26”                                             
12) Rocket Queen 6’:15”
Por Juniorock

Um comentário:

  1. Este álbum é Rock n´Roll pra caramba,como a sua atitude Junão.
    Os caras estavam numa harmonia perfeita. O primeiro show que rolou na MTV dessa tour é muito bom, os caras num palco modesto pra caramba e o sangue novo rolando nas veias.
    It´s only Stock Rock Álbuns.
    Vermelho

    ResponderExcluir