domingo, julho 20, 2014

Going To California – Led Zeppelin

Há músicas que viram clássico, marcam época, e o tempo somente fortalece essa condição! Vira referência! Torna-se querida por várias gerações. Não somente pela qualidade da composição, da estrutura, melodia, harmonia da música, mas também pelo carisma da banda, técnica instrumental, da mensagem que a letra transmite, um conjunto de fatores contribui para isso. No clássico dessa postagem, vamos falar sobre “Going To California”, faixa presente no icônico álbum Led Zeppelin IV, lançado no dia 8 de novembro de 1971 pela gravadora Atlantic Records.
Vale mencionar que este álbum não recebeu um título oficial. Devido a muitas criticas negativas da mídia pelo fato da banda não “intitular” seus discos, Jimmy Page resolveu polemizar lançando o disco sem titulo, com a lendária capa do quadro pendurado numa parede em ruinas, pintado a tinta óleo, retratando um velho camponês segurando um fardo de galhos. No encarte há 4 símbolos representando cada integrante do grupo. Nada na ilustração ligando a banda com a obra. No entanto, ficou muito famoso como “Led IV”, ou Led Zeppelin IV, ou “Four Symbols”.
Com certeza o clima místico da mansão Headley Grange Studios (figura acima), um lugar frio, úmido, de belas paisagens, contribuiu e inspirou para o surgimento desse clássico. Headley Grange é um estúdio de gravação localizado na Inglaterra, já usado por artistas como Fleetwood Mac, o próprio Led Zeppelin e muitos outros. A música começou a ser desenvolvida numa espécie de “jam” com Page tocando violão, John Paul Jones no bandolin, e Robert Plant fazendo improvisos. Segundo Robert Plant, numa entrevista concedida para o jornalista Mick Wall em 1988, falando sobre a faixa, abre aspas: Composições como 'Going to California' surgiram devido à influência de Neil Young, coisas como o álbum Everybody Knows This is Nowhere. Eu estava em um ambiente onde a harmonia era a resposta para tudo”.  Going To California é uma faixa acústica, ao melhor estilo folk rock, uma característica marcante do Led Zeppelin. Transmite uma aura hippie, exalando liberdade, pé na estrada, com aquele ar místico que o Led sempre leva consigo. Desperta lindos sentimentos. Para emocionar até quem não curte um Rock!!! A inspiração da letra, a musa, é Joni Mitchell, cantora e compositora canadense, que Plant e Page eram fãs declarados. A letra em si fala sobre a busca por uma mulher especial, e também relata um terremoto. Na realidade é uma breve descrição do terremoto que Page, o engenheiro de áudio Andy Johns e o empresário Peter Grants vivenciaram indo de avião para Los Angeles, durante o processo de mixagem do Led IV no estúdio Sunset Ground. Embora não tivesse participado, provavelmente a experiência serviu de inspiração para Plant. Notem que não há participação do baterista John Bonham. Formação: Robert Plant: vocal; Jimmy Page: violão; John Paul Jones: bandolim. Abaixo "Going To California" ao vivo. 

Não esqueçam de pausar a Playlist acima



Por Juniorock

Nenhum comentário:

Postar um comentário