quinta-feira, maio 29, 2014

Van Halen - São Paulo 21-01-83


...então esse grande amigo ganhava tudo quanto é prêmio na Rádio Cidade de São Paulo, discos, adesivos, camisetas e... ingressos para shows. Naquela época os shows internacionais eram raríssimos, principalmente os de grandes bandas de rock. O Queen estivera por aqui em 81, Rick Wakeman também, o The Police em 82 são os que me vem à memória.
No início de 83 surgiu o Van Halen, a banda já estava com o seu quinto disco lançado que trazia o seu maior hit, até então, um cover de Pretty Woman. Por aí já dá para imaginar o status da banda na época, sem contar que Eddie Van Halen já era consagrado elo seu virtuosismo. Toca o telefone e escuto "ganhei dois ingressos para o Van Halen, tá afim?" confesso que não conhecia muito bem o trabalho dos caras, salvo algumas coisas de rádio (bem poucas), e uma matéria do fantástico que descrevia a banda como a grande sensação que terminava os shows botando fogo na bateria. Topei, e não me arrependi, assistimos o show no último degrau da arquibancada em pé nas estruturas de metal que margeava todo o contorno do ginásio, o ponto mais alto. As memórias que tenho até hoje são de um som extremamente alto, Dave Lee Roth batendo com o tripé do microfone em quem tentava alcançar sua perna na rampa da frente do palco, a parede de alto falantes que foi revelada após a cortina que tinha o logo da banda no fundo do palco ser retirada, os aparentemente, trocentos solos de Eddie e os trocentos de Alex que a cada virada projetava um canhão laser sobre o público que cegava, a fumaça de gelo seco subindo diretamente para a ventilação do telhado minando qualquer efeito,  a mini Les Paul em Little Guitar, os caras da equipe técnica fazendo malabarismos com um frisbee antes do início do show (California total) e o Japa alucinado de tanto cheirar éter que corria de um lado para o outro no anel superior do Ibirapuera, que com certeza não se lembra de nada, Eddie Van Halen pulando com os dois pés na coluna de Marshall durante um dos solos. O som do ginásio do Ibirapuera estava embolado mas nem por isso meus ouvidos pararam de apitar nos próximos três dias seguintes.
Experiência única que agradeço a esse grande amigo.


Romeo Delight 

Unchained 
Drum Solo 
The Full Bug 
Runnin' With the Devil 
Jamie's Cryin' 
Little Guitars 
Bass Solo 
Beer Drinkers and Hell Raisers (ZZ Top cover)
Little Dreamer 
Mean Street 
Dance the Night Away 
Somebody Get Me a Doctor ('Girl Gone Bad' jam into...)
I'm So Glad (Cream cover)
Cathedral 
Secrets 
Everybody Wants Some!! 
Ice Cream Man (John Brim cover) (Dave's Song To Brazil)
Heartbreak Hotel (Elvis Presley cover)
Intruder 
Oh, Pretty Woman (Roy Orbison cover)
Guitar Solo 
Ain't Talkin' 'bout Love 
Bottoms Up! 

Encore:
You Really Got Me (The Kinks cover)
Happy Trails (Roy Rogers cover)

PINTA@STOCKROCKRADIO.COM.BR

Nenhum comentário:

Postar um comentário