domingo, abril 01, 2012

Dica de álbum: "Kick Out The Jams" - MC5

Capa do álbum

“Kick Out The Jams” é o primeiro disco da banda americana MC5 (formada em Detroit) e foi lançado pela gravadora Elektra em 1969. Destacando que o álbum foi gravado ao vivo numa apresentação da banda no Russ Gibb’s Grand Ballroom em Detroit no ano de 1968, algo incomum para um disco de estréia. O maior objetivo da Elektra ao lançar o álbum ao vivo foi de capturar o espírito revolucionário, o protesto contra o sistema político norte-americano, a rebeldia e transgressões dos MC5! Conseguiram! Com um discurso inflamado, John Sinclair (poeta e empresário do MC5) inicia o show e dá um indicio do que está por vir! A faixa “Ramblin’ Rose” abre o álbum de forma avassaladora. A sequência das faixas vem na mesma “pegada”, ou seja, autênticos petardos sonoros! Kick Out The Jams é um capítulo importante da história do rock, por todo o contexto que envolveu a gravação do álbum e o MC5. Havia um clima hostil de guerra civil, muitos protestos contra o sistema político, movimentos anti-racismo, Guerra do Vietnã, movimento hippie, e todo aquele turbilhão de acontecimentos em Detroit e nos EUA. Foi nesse cenário conturbado que surgiu o álbum. MC5 era considerado uma banda anarquista, repleta de letras politicas. Os caras da banda estavam envolvidos até a medula na trilogia “Sexo, drogas e rock and roll”. Para eles não era somente um slogan descolado, e sim a filosofia de vida deles. Eles tinham atitude punk bem antes do surgimento de Sex Pistols, Ramones, The Clash e tantos outros. Ao lado dos Stooges (banda do lendário Iggy Pop), o MC5 pode ser considerado uma das bandas que mais influenciaram o movimento punk. O álbum como um todo é eletrizante, rebelde, nervoso e transborda energia! Destaque também para as faixas: “Motor City Is Burning” - um Power blues rock e “Starship” com doses cavalares de psicodelia, muito peso, barulho e distorções. Curiosidades: 1) MC5 significa Motor City Five. 2) John Sinclair empresário do MC5, era poeta, intelectual, e atuante na cena de Detroit, foi lider de um grupo militante anti racismo.
Segue abaixo a faixa "Ramblin' Rose" para vocês sentirem a fúria dos caras e ficarem no apetite de adquirir o álbum!
Não esqueçam de dar pause no player da rádio

Por Juniorock

Nenhum comentário:

Postar um comentário